Oi gente,
tudo bem? Hoje vim aqui para parabenizar os analistas de sistemas e para falar também sobre as diferenças de 3 cursos superiores de tecnologia: Ciência de Computação, Engenharia da Computação e Sistemas de Informação (o qual eu a Jéh fizemos, ela já concluiu, eu continuo na luta rs'). 
Bem, quando fui fazer minha inscrição na faculdade, fui com uma "ilusão" de que amar tecnologia iria fazer o curso se tornar mais fácil e leve, infelizmente entrei de forma meio equivocada, mas aprendi a gostar mais e mais do curso apesar da dificuldade de algumas matérias. Então aqui estou para poder clarear as idéias para quem está pensando em fazer algum desses cursos, sendo assim, "let's go"!
15 de Agosto  - Dia do Analista de Sistemas

A semelhança deles não é mera coincidência não, os três cursos de bacharelado de Tecnologia da Informação, licenciados pelo MEC, são tão semelhantes que até 30% da grade curricular são praticamente as mesmas. Os três cursos tem a formação em matemática, lógica de programação, conhecimentos de como criar programas de computador. Apesar da similaridade, os cursos são bastante diferentes, a questão é saber distinguir. Cerca de 20% que ingressão em um desses cursos mudam de um para o outro ou acabam desistindo no 1º ano de faculdade. 
Mas o que preciso saber para poder escolher na hora que irei prestar vestibular? Para ajudar você que quer seguir carreira na área de T.I., irei explicar cada um deles:

  • Ciência da Computação.
    Foco: programação e computação,
    Formação: Estrutura de dados, Algoritmos, Linguagem de programação, Desenvolvimento e análise de sistemas, Lógica de programação, Banco de dados.
    Profissional: terá que resolver problemas através da computação.
    Carreira: Desenvolvimento de softwares, Segurança da informação, Estrutura de redes.
  • Engenharia da Computação:
    Foco: projeto, desenvolvimento e implementação de equipamentos e dispositivos ligados a computação. 
    Formação: Cálculo (I, II, III), Circuitos elétricos (I, II), Sistemas Digitais (I, II), Cálculo numérico (I, II), Projetos de circuitos integrados digitais (I, II)
    Profissional: irá trabalhar mais com hardware do que software, mesmo assim terá capacidade tanto para a construção de um computador quanto para a criação de um software.
    Carreira: Engenheiro da computação.

  • Sistemas de Informação:
    Foco: planejamento e desenvolvimento de sistemas de informação e automação, do que necessariamente na programação de software.
    Formação: Modelagem de sistemas de informação, Análise e projeto de sistemas, Sistemas de informações gerenciais, Paradigmas de programação, Projeto de banco de dados.
    Profissional: terá que aplicar os recursos da computação para resolver problemas de negócios, especialmente de atividades corporativas
    Carreira: Analista de Sistemas
Seja dedicado, focado, determinado, sempre se recicle, se renove, se reinvente que serás um excelente profissional em qualquer profissão que escolher. Os profissionais de TI são considerados estratégicos para os negócios, pois contribuem de diversas maneiras para a empresa, conseguindo enfrentar a crise também por meio de inovações tecnológicas.
Bom, essa é a diferença entre eles, e ai, está pensando em fazer algum? O que você achava antes de ler sobre a diferença dos cursos? Comenta aqui embaixo a sua opinião.


"Imagine-se fechado numa sala, onde existem apenas duas portas. Uma conduz à vida e a outra à morte. Com você estão duas pessoas. Uma só diz a verdade e a outra somente a mentira, e você não sabe qual é qual e tem direito apenas a uma pergunta. Qual a diferença a fazer para adivinhar qual é a porta da vida?" Usar a lógica não é para qualquer um. (Autor desconhecido).


Nosso conhecimento consiste em métodos e técnicas de avaliação e especificação da solução de problemas para a implementação em algum meio que a suporte utilizando mecanismos apropriados para solucionar a necessidade dos usuários. Somos o elo entre os usuários e os computadores; entendemos e avaliamos as necessidades e as expectativas de cada usuário, a fim de que estas sejam organizadas e especificadas seguindo uma formalidade técnica; sendo capaz de lidar ao mesmo tempo com grupos de usuários, outros profissionais de informática e o corpo administrativo (gerentes ou diretores). Nós somos mais que apenas um "sisteminha" que perdemos noites de sono para construir, somos mais que 30 minutos para manutenção de um bug no sistema, somos mais que um projeto para resolução de problemas da empresa, somos mais que nerds., somos Analistas de Sistemas.
Então feliz dia 15 de Agosto, Dia do Analista de Sistemas.

Bom, espero que eu tenha ajudado a esclarecer algumas dúvidas.
Até Logo,
Ass.: Laura Myrella - Limão.

Fonte: http://www.infowester.com/cursoscomp.php
Apostila de Análise e Projeto de Sistemas (Prof. sérgio Luiz Tonsig).


Deixe um comentário